28 de mai de 2011

Kit anti-homofobia como barganha política: Mais uma traição do governo Dilma



A ANEL tem desenvolvido uma importante campanha nacional de exigência da aprovação imediata do PLC 122/06 que criminaliza a homofobia. Por meio de beijaços e diversos protestos em muitas cidades brasileiras, nos unimos com os movimentos LGBTT e com muitos trabalhadores do país para exigir a criminalização da homofobia.
Ao mesmo tempo, surgia uma política educacional nesse sentido: foi desenvolvido um material pelo MEC que tinha como intuito a educação como medida preventiva de atos homofóbicos. E vivenciamos mais uma traição do governo Dilma. A presidenta, que se diz da classe trabalhadora, depois de se declarar contra o aborto, de tentar passar a reforma previdenciária a torto e a direito, traiu mais uma vez a classe e os movimentos LGBTT: ao barganhar com a bancada homofóbica, retirou os materiais didáticos de circulação para que se abafasse o caso do enriquecimento ilícito de seu braço direito, o ministro Antonio Palocci.  Além disso, em nenhum momento os professores, os trabalhadores da educação, foram ouvidos quanto ao material didático, muito menos os outros movimentos sociais.
A ANEL repudia a política da presidenta que ignora todos os movimentos LGBT do país que diariamente sofrem violência e exigem a aprovação do PLC 122/06. Não é possível que a presidenta se utilize de políticas públicas de educação para barganhar o acobertamento da corrupção de seu governo!
E a UNE, mais uma vez, se omite diante de mais esse absurdo do governo da presidenta. Em nenhum momento essa entidade denuncia a corrupção do governo Dilma, e, mais uma vez, se cala diante de fatos que fazem a juventude se levantar.
Por isso a UNE não nos representa! Nós da ANEL estamos nas ruas para mostrar que a juventude não tolera a violência homofóbica e a corrupção desse sistema político. Junto com os trabalhadores, exigimos a aprovação do PLC 122/06 e a liberação do material do MEC!
Continuaremos nas ruas construindo um movimento estudantil combativo, autônomo, ao lado da classe trabalhadora e contra todo tipo de opressão. Construiremos nosso primeiro Congresso de forma democrática, com a certeza de que só a organização do movimento estudantil combativo fortalece os estudantes e a classe trabalhadora na luta contra as traições dos governos e contra as opressões.
Vem construir o Congresso com a gente! www.anelonline.org
        Comissão Executiva da ANEL-RS